proseando: um novo florescimento

Encontrei-me perdida, e o caminho de volta estava repleto de adversidades. Agora enfrento esse caminho da melhor maneira que posso.

“I am seeking, I am striving, I am in it with all my heart.”

Vincent Van Gogh

“Eu estou almejando, eu estou me empenhando, eu estou nisso com todo o meu coração”

Vincent Van Gogh

Tenho sentido um inexplicável vazio, um vazio de palavras e de sentimentos, um vazio que me deixou com nada mais que um espaço frio e impossível de decifrar e de se relatar. Um vazio que faz com que eu me sinta a pessoa mais estranha e sozinha do universo, mas aí eu penso “TEM que haver uma pessoa que se sinta tão, tão, tão como eu me sinto”.  (Frida Kahlo sabia das coisas). Quero ser poeta igual ao Ferreira Gullar e tentar dizer o indizível, tornar a coisa aparência e iluminá-la, quero fazer minha voz ressoar, nem que seja de modo impreciso, mas não vou deixá-la se apagar.

Vou ser eu mesma daqui em diante, seguirei meus instintos, vou me sentir grata e feliz por aquilo que tenho e não ansiosa e desapontada por aquilo que não tenho, vou colocar meu foco no agora e quem sabe não consiga achar uma saída desse labirinto. Vou traçar um caminho de volta para mim mesma